Censura, aumento da miséria, vaza jato…

Mais miséria

Cerca 104 milhões de brasileiros, praticamente metade da população do país, vive com apenas R$ 413 mensais, enquanto o 1% mais rico – 2,1 milhões de pessoas – possui renda média de R$ 16.297 por pessoa, aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua)  referente a 2018. Em todo o país, 10,4 milhões de pessoas (5% da população) sobrevivem com R$ 51 mensais, em média. O Índice de Gini de renda domiciliar per capita – subiu de 0,538 em 2017 para 0,545 em 2018, maior índice de concentração desde que a pesquisa foi iniciada em 2012.


Censura

No dia 15, o Facebook derrubou, sem explicação, cinco páginas ligadas ao movimento sindical: a das CUTs de Brasília e Santa Catarina, dos sindicatos de bancários de Mato Grosso e da Paraíba e do Sindicato dos Petroleiros do Paraná (Sindipetro PR-SC). O Facebook apenas “informou” que as páginas não seguiam a política da rede social. Para o secretário de Comunicação da CUT, o petroleiro Roni Barbosa, isso se configura censura contra entidades que fazem críticas ao governo.


Censura 2

Projeto do deputado federal Charles Evangelista (PSL-MG) quer criminalizar “qualquer estilo de música que contenha expressões pejorativas ou ofensivas”. “A criminalização de estilos musicais nesse sentido seria uma forma de garantir a saúde mental das famílias e de crianças e adolescentes que ainda não têm o discernimento necessário para diferenciar o real do imaginário”, diz um dos trechos do Projeto de Lei 5194/2019.


Foto: Pedro França/Agência Senado

Megaleilão do pré-sal

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou no dia 15, por 23 votos a zero, o projeto que distribuiu entre a União, estados e municípios os recursos do megaleilão do pré-sal, marcado para 6 de novembro. O Projeto de Lei (PL) nº 5478/19 seguiu para aprovação do plenário do Senado.


Cesta básica mais cara

Reforma tributária em discussão na Câmara Federal (PEC nº 45/2019) pode acabar com isenções de impostos dos 13 alimentos que compõem a cesta básica: arroz, feijão, carne, leite, farinha, batata, tomate, pão, café, açúcar, óleo, manteiga e banana. Se a proposta for aprovada esses produtos podem ficar ainda mais caros, prejudicando especialmente os mais pobres. O projeto é de autoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP).


Castello tem que se explicar

A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado ouvirá o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, sobre o processo de desinvestimento da estatal na região Nordeste. Senadores estão preocupados com os impactos negativos da venda de ativos da empresa, como refinarias. Segundo a senadora Zenaide Maia (Pros-RN), os impactos na economia da região já estão sendo sentidos.


Vaza jato

O The Intercept Brasil divulgou que o procurador Deltan Dallagnol manteve, em junho de 2018, conversas com representantes dos bancos JP MorganMorgan Stanley; Barclays; Nomura; Goldman Sachs; Merrill Lynch; Credit Suisse; Deutsche Bank; Citibank; BNP Paribas; Natixis; Société Générale; Standard Chartered; State Street Macquarie; Capital; UBS; Toronto Dominion Bank; Royal Bank of Scotland; ItaúBradesco; Verde e Santander. Os bancos grifados em vermelho foram réus na ação coletiva contra a Petrobrás nos EUA. Deltan não viu conflito de interesse nesses encontros reservados.


EAD

Dudu Bolsonaro tentou a todo custo ser indicado para a Embaixada nos EUA. Para isso está tomando aulas de inglês (parece que os tempos de hambúrguer não foram suficientes) e, por ordem de Ernesto Araújo (ministro de Relações Exteriores) secretários e embaixadores estão dando aula para o zero três aprender a se comportar e talvez não falar “caralho, deu branco” em entrevista.

(Edição : Norian Segatto)

Notícias Relacionadas

Notícias da semana: fujão de Davos, salário mínimo, censura…

Andreza de Oliveira

Notícias da semana: queima de arquivo, cartão corporativo, Moro de saia…

Andreza de Oliveira

Notícias da semana: PM que mata, petros, Edir Macedo…

Andreza de Oliveira