Vigília faz Petrobrás instalar Comissão com órgãos de controle para o fim dos PEDs

Comissão com Sest, Previc e entidades da categoria tem como objetivo construir uma proposta para acabar com os equacionamentos dos PPSPs, a partir das premissas apontadas pelos representantes da categoria no GT Petros

A luta da categoria na Vigília está sendo fundamental para conquistar solução definitiva aos PED´S (Foto: Paulo Neves/FUP)

[Da comunicação da FUP]

Nesta terça-feira, 02/07, quando aposentados e pensionistas completam 13 dias acampados em frente ao Edisen, a diretora de Assuntos Corporativos da Petrobrás, Clarice Coppetti, anunciou a implementação da Comissão composta por representantes da empresa, da SEST, da PREVIC e das entidades que integram o Fórum em Defesa dos Participantes e Assistidos da Petros.

O objetivo é construir uma proposta para acabar com os Planos de Equacionamentos dos Déficts dos PPSPs (PEDs), a partir das premissas apontadas pelos representantes da categoria no GT Petros.

A criação da Comissão foi proposta pelas entidades do Fórum durante a reunião que tiveram com a presidenta da estatal Magda Chambriard, no dia 25 de junho.

Esse é um passo fundamental para resolver de uma vez por todas os problemas estruturais dos planos de previdência PPSP-R e PPSP-NR e acabar com os equacionamentos que corroem os salários e benefícios dos participantes e assistidos.

Uma conquista que é fruto direto da luta dos aposentados e pensionistas que estão em vigília desde o dia 20 de junho, no acampamento montado pelas entidades do Fórum, em frente à atual sede da Petrobrás, no Rio de Janeiro.

A vigília completa duas semanas nesta quarta-feira, 03/07, mobilizando militantes das associações e das entidades sindicais em defesa da vida e da dignidade de mais de 50 mil famílias que estão sendo gravemente impactadas pelos PEDs, a grande maioria delas de aposentados e pensionistas cujos benefícios são corroídos pelos descontos abusivos da Petros.

Posts relacionados

Dia histórico: Após quatro anos de luta, petroquímicos retornam à Fafen-PR

Maguila Espinosa

Entidades suspendem vigília no Edisen e redirecionam luta para Comissão em Brasília

Maguila Espinosa

Artigo: Porquê o PL 1904 em pleno 2024?

Maguila Espinosa