500 anos de um gênio

Dicas culturais

João Maria da Silva Júnior | aposentado da Cafor/Replan | Livro | Indico “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis, quem considero o maior autor brasileiro

Vladimir Coutinho | Otimização/Replan | Música | Gosto de várias do Skank, mas “Saideira” é a minha preferida.

Ivete Antunes | SBS/Replan | Filme | O suspense policial de Oriol Paulo, “Contratempo”, é um filme que gosto muito.

 

Cultura

Da Vinci, cinco séculos de genialidade

Por Norian Segatto

O Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo está com um novo endereço (além do tradicional), o MIS Experience que, em parceria com a TV Cultura traz a exposição Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio.

Considerada a investigação mais completa e detalhada sobre o trabalho do gênio renascentista italiano, a mostra apresenta 18 áreas temáticas, traz réplicas de máquinas desenhadas por Da Vinci, além da possibilidade de uma experiência multissensorial com animações gráficas e áudio.

Os visitantes também têm a oportunidade de “desvendar” a mente do homem que lançou as bases para algumas das invenções mais notáveis da sociedade moderna, como o helicóptero, o automóvel, o submarino, o paraquedas e a bicicleta. Criada em parceria com o Museo Leonardo da Vinci, em Roma.

Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio traz ainda os Segredos de Mona Lisa – uma análise da pintura mais famosa do mundo, realizada no Museu do Louvre por Pascal Cotte, renomado engenheiro, pesquisador e fotógrafo de obras de arte.

IMPORTANTE: A exposição acontece em um novo espaço gerido pelo Museu da Imagem e do Som, o MIS Experience, localizado na Rua Vladimir Herzog, 75, Água Branca, São Paulo.

 

Serviço

De terça a domingo até 01/03/2020

HORÁRIO

Terças a sextas
10h às 19h (permanência até 20h30)

Sábados
9h15 às 20h30 (permanência até 22h)

Domingos e feriados
9h15 às 19h (permanência até 20h30)

INGRESSOS

Terças | Entrada gratuita (sujeito a lotação)
Quartas a sextas | R$30 (inteira) e R$ 15 (meia)
Sábados, domingos e feriados | R$40 (inteira)


Esporte

O Flamengo tem chances no mundial?

Salah e Alisson na comemoração da Champions League

 

A resposta exata a essa pergunta só poderá ser respondida no dia 21, se o time carioca chegar à final contra, provavelmente, o poderoso Liverpool, campeão da Champions League.

Sob o comando de Jorge Jesus, o Flamengo se tornou uma máquina mortífera no campeonato brasileiro, goleou o Grêmio na semifinal da Libertadores e se sagrou campeão do jeito que as grandes narrativas futebolísticas gostam, com muito sofrimento e dois gols nos minutos finais. Gabigol tem uma canhota mortífera, mas a meta do Liverpool é defendida por Alisson, goleiro titular da seleção brasileira e, atualmente, um dos melhores do mundo.

Nos últimos 10 anos ocorreram seis confrontos entre sul americanos e europeus, em apenas um o campeão da Libertadores levou vantagem (o Corinthians, em 2012).

Ambas as equipes jogam com três jogadores avançados, se o Flamengo tem Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta, a equipe inglesa conta com Sadio Mané, Mohamed Salah e Roberto Firmino.

Um ponto que sempre conta a favor das equipes europeias é o calendário: o Mundial de Clubes acontece no final da temporada brasileira (teoricamente com o elenco mais desgastado) enquanto a Premier League está no ápice.

Além dos dois clubes, o Mundial conta com a participação do Monterrey (Campeão da Liga da Concacaf), do Al Sadd (Campeão da Qatar Stars League), do Hienghène Sport (Campeão da OFC/Oceania), do Al-Hilal (Campeão da AFC/Ásia) e do Esperánce Túnis (Campeão da CAF/África).