TST julga dia 11 bloqueio de contas do sindicato

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) marcou para quarta-feira o julgamento do recurso da FUP e dos Sindicatos contra a decisão do Ministro do Tribunal Superior do Trabalho, juiz Ives Gandra Martins Filho, de bloquear as contas bancárias dos sindicatos (incluindo o Unificado) e autorizar a Petrobrás a não efetuar os repasses das mensalidades até que a multa (de R$ 2 milhões ao dia por sindicato) imposta pelo movimento dos trabalhadores na semana passada seja quitada.

Posts relacionados

Para pesquisadora, terceirização reduz direitos e fragiliza ação sindical

Andreza de Oliveira

Petrobrás descontará horas da greve mesmo com jornada reduzida no teletrabalho

Guilherme Weimann

Reforma trabalhista gerou nova forma de law fare: a criminalização do trabalho

Luiz Carvalho