FUP envia comunicado de greve para Petrobrás

Greve de 2015 na Recap.. Foto: Roberto Parizotti/ Secom CUT

 

Fonte: FUP

A FUP e seus sindicatos filiados enviaram nesta terça-feira, 22, comunicado à Petrobrás, às subsidiárias e à Araucária Nitrogenados (ANSA) notificando os gestores sobre o início da greve dos petroleiros, a partir da zero hora do dia 26/10, conforme deliberação das assembleias.

Diante da intransigência da Petrobrás em negociar os pontos apresentados pela FUP para melhoria da proposta de Acordo Coletivo, encaminhados à empresa e ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) no dia 26/09, não resta outra alternativa aos petroleiros se não o exercício do direito legítimo de greve.

Em assembleias realizadas nas últimas semanas, os trabalhadores rejeitaram amplamente a proposta do TST e aprovaram greve por tempo indeterminado a partir do dia 26 de outubro, caso a Petrobrás não aceitasse até a data de hoje (22/10) dar prosseguimento à negociação do ACT.

No último dia 18, a FUP informou ao TST e à Petrobrás o resultado das assembleias e reiterou a importância da negociação dos pontos que foram referendados pelos trabalhadores para melhorar a proposta que o Tribunal apresentou para o Acordo Coletivo de Trabalho da categoria

Os petroleiros lutam por manutenção de direitos e empregos, reivindicando a preservação do atual Acordo Coletivo de Trabalho.

A gestão da Petrobrás retirou diversas cláusulas do ACT, acabando com direitos e garantias conquistados pela categoria ao longo das últimas décadas, propôs reajuste salarial de apenas 70% da inflação e quer aumentar a assistência médica dos petroleiros em mais de 17%.

Além disso, a empresa está fechando e privatizando unidades em todo o país, acabando com postos de trabalho, através de diversos planos de demissão que estão sendo lançados.

Soma-se a isso o fato das subsidiárias e da Araucária Nitrogenados sequer terem apresentado proposta de Acordo Coletivo para os seus trabalhadores.

Nesta quarta-feira, 23, a FUP e seus sindicatos estarão reunidos em Conselho Deliberativo no Rio de Janeiro para discutir estratégias da greve.

O comunicado informa, ainda que as bases do Sindipetro Unificado SP não aprovaram a greve.

CONSELHO DELIBERATIVO

Nesta quarta-feira, 23, o Conselho Deliberativo da FUP está reunido para discutir as estratégias para os próximos dias.

Na sexta-feira, a direção do Sindicato realiza uma reunião ampliada de sua executiva para avaliar a conjuntura da campanha reivindicatória .

Posts relacionados

Petroleiros de Alemoa fazem greve contra redução de efetivo

Andreza de Oliveira

MRV financia contratação de Diego Costa, mas nega papel higiênico aos trabalhadores

Guilherme Weimann

Vitória: Petroleiros de Três Lagoas (MS) vencem ações contra Petrobrás

Andreza de Oliveira