Projeto de lei propõe mais mulheres na política

Segundo o último censo do IBGE, a população brasileira é constituída por 52% de mulheres, sendo que 27% da população é composta por mulheres negras. No entanto, esse expressivo grupo continua subrepresentado nas assembleias legislativas e no Congresso Nacional.

Para mudar esse cenário, um grupo de juristas, acadêmicas e movimentos civis organizados elaborou um projeto de lei, de autoria do Ministério Público de São Paulo, Vote Nelas, Grupo Mulheres do Brasil, GEPO, A Fala/Visibilidade Feminina, AMT-SP, APPCívico, Elas na Política, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE/SP), Mulher Ação, Mulheres com Direito,  Rede Feminista de Juristas e Mulheres Negras Decidem que propõe reserva de 50% do número de cadeiras para deputadas federais, estaduais e distritais para representantes femininas, sendo 25% para mulheres negras.

Segundo a jornalista Adriana Mendes, do grupo Vote Nelas, “desde maio deste ano, mulheres representantes de vários segmentos se reúnem com o Ministério Público para debater o tema, que culminou com a elaboração desse projeto de lei”.

 

Lançamento do Projeto de Lei Mais Mulheres Na Política

Dia 20 de setembro

Das 8h30 às 12h

Ministério Público de São Paulo

Rua Riachuelo, 115 – Auditório Queiroz Filho

Inscrição pelo link bit.ly/plmulheresnapolítica