MPT convoca Replan para firmar compromisso de segurança 

 

Irregularidades na ETA provocaram ação do MPT

O Ministério Público do Trabalho (MPT) de Campinas convocou a Replan para uma audiência, no dia 3 de setembro, a fim de firmar um Termo de Compromisso referente à segurança dos trabalhadores. A notificação atende a ofício do Sindicato, encaminhado ao órgão em 12 de julho, que denunciou o descumprimento da NR-6 na Estação de Tratamento de Água (ETA), colocando em risco a segurança dos empregados.

Na denúncia, a direção sindical informa que os operadores no subsistema de recebimento de ácido sulfúrico têm disponível um único conjunto de PVC (calça, botas, jaleco e capuz), que é compartilhado por todo efetivo do setor, sem a mínima higiene adequada. A conduta contraria a NR-6 e expõe os trabalhadores ao risco de transmissão de doenças contagiosas.
Segundo o diretor do Unificado Gustavo Marsaioli, por várias vezes a empresa tenta culpabilizar o trabalhador por um acidente, mesmo que ele não seja diretamente o responsável. “A nossa denúncia junto ao MP mostra justamente essa contradição da Replan, que frequentemente descumpre as normas legais, sendo a principal responsável pelos acidentes de trabalho”, declara o dirigente.

Posts relacionados

Quando a injustiça gera a fagulha para a luta

Luiz Carvalho

Refinaria de Paulínia vive curva ascendente de contaminados por covid-19

Guilherme Weimann

MPT abre ocorrência sobre baixo número de efetivo na Replan

Andreza de Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Clique aceitar se você está de acordo ou pode cancelar, se desejar. Aceito Ler Mais

Política de Privacidade