TST dá ganho de causa aos trabalhadores na RMNR

O Pleno do Tribunal Superior do Trabalho decidiu, por 13 votos a 12, que os adicionais previstos na Constituição Federal e na legislação trabalhista não podem ser incluídos na base de cálculo para apuração do complemento da RMNR.
A decisão foi tomada em incidente de recurso repetitivo e deverá ser aplicada nos demais processos, inclusive os distribuídos pelo Unificado. A Petrobrás pode recorrer da decisão.
“Neste momento não podemos falar em pagamento, uma vez que a execução vai depender do julgamento de cada ação em andamento”, explica o advogado do Sindicato, dr. Francisco Coutinho.

Posts relacionados

Caravana unificada tem saldo positivo contra terceirizações em São Paulo

Andreza de Oliveira

“A questão não é se as nacionalizações ocorrerão, mas quando”, afirma Bercovici

Guilherme Weimann

17ª Rodada da ANP fracassa por mobilização de petroleiros e entidades ambientais

Guilherme Weimann