Transpetro ameaça trabalhadores por velocidade registrada com equipamento impreciso

Rastreador utilizado pela empresa tem confiabilidade questionável e registrou números exorbitantes em vias onde nem era possível atingi-los; Sindipetro-SP segue acompanhando trabalhadores notificados

Parte dos trabalhadores notificados questionam a confiabilidade de rastreador de velocidade da Transpetro (Foto: Transpetro)

Por Andreza de Oliveira 

O Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP) tem registrado ocorrências de trabalhadores da Transpetro que vem recebendo ameaças de punições por dirigirem veículos da empresa acima da velocidade permitida, entretanto, parte dos efetivos contestam a confiabilidade dos rastreadores.

Tais informações colocam em dúvida a credibilidade dos dados apresentados pelo aparelho que registra as velocidades, visto que, em alguns casos, a velocidade auferida pelo rastreador é muito superior às possibilidades da via.

Em busca de uma solução para as ameaças e esclarecimentos sobre a eficácia do aparelho, o Sindipetro-SP solicitou, por ofício, uma reunião à Transpetro. O documento foi respondido pela empresa, mas sem o agendamento da conversa.

A Transpetro alegou que está fazendo uma gestão individual para os casos em que os trabalhadores apontaram falhas na apuração do rastreador.

O Sindipetro-SP segue acompanhando as reclamações da categoria e aconselha os trabalhadores que forem notificados, e perceberem a perseguição injusta, a entrarem em contato com a direção do sindicato pra melhor solução.

Posts relacionados

Apesar da cobrança da FUP, Transpetro inicia desconto do banco de horas nesta quarta

Guilherme Weimann

Sem detalhes ou valores, Transpetro alega erro em banco de horas

Andreza de Oliveira

Petroleiros do Osbra relatam dificuldades para atendimento por plano de saúde

Andreza de Oliveira