Trabalhadores da Recap e Replan atrasam entrada nesta quarta

O expediente na Recap, em Mauá, e na Replan, em Paulínia, vai começar mais tarde nesta quarta-feira (15/05). Os petroleiros farão mobilizações na porta das refinarias, em apoio ao dia nacional de luta contra os ataques do governo à Educação e contra a reforma da Previdência e a privatização da Petrobrás. Os sindicatos da Federação Única dos Petroleiros (FUP) farão atos em todo o país, ao lado dos profissionais da Educação. Na Refinaria de Capuava, o movimento terá participação de trabalhadores próprios e terceirizados, além de professores da região. Na Replan, o protesto deve envolver petroleiros próprios e trabalhadores de outras categorias. Os atos desta quarta-feira serão um “esquenta” para a Greve Geral, convocada em conjunto pelas centrais sindicais para o dia 14 de junho, contra a reforma da Previdência. “O governo Bolsonaro está promovendo o desmonte do Brasil e somente com a união de toda sociedade brasileira, e por meio de uma grande greve nacional, vamos conseguir barrar esse projeto destrutivo”, afirma o diretor do Unificado, Jorge Nascimento.

Posts relacionados

Petroleiros da Replan e Recap aprovam tabela de oito horas da RPBC

Luiz Carvalho

Para fugir de pagamento, Petrobrás pressiona petroleiros a compensarem banco de horas

Luiz Carvalho

Petrobrás serve comida de baixa qualidade e insuficiente aos seus trabalhadores  

Andreza de Oliveira

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Clique aceitar se você está de acordo ou pode cancelar, se desejar. Aceito Ler Mais

Política de Privacidade