• Home
  • Unificado
  • Tabela de turno: Petrobrás quer que trabalhador engula mais essa arbitrariedade

Tabela de turno: Petrobrás quer que trabalhador engula mais essa arbitrariedade

Sem diálogo ou negociação com o Sindicato, a Petrobrás decidiu empurrar goela abaixo do trabalhador uma nova tabela de turno nas refinarias e, sem perder tempo, iniciou na quinta-feira, 6, uma enquete eletrônica para a escolha da nova proposta. A empresa apresentou três diferentes tabelas para votação.
A medida é mais uma das arbitrariedades da atual gestão da companhia, sob a tutela de Roberto Castello Branco, que segue as orientações do governo Bolsonaro, e não vem sendo bem digerida pelos petroleiros. Além do mais, a mudança na tabela é imposta justamente no meio de uma tumultuada e dura negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), demonstrando que a empresa realmente quer guerra com a categoria.
Diante de mais essa decisão unilateral e de desrespeito com a categoria petroleira, a orientação do Sindicato é para que os trabalhadores aguardem pelo posicionamento do Unificado e da FUP, antes de participarem da enquete eletrônica. Os sindicatos e a Federação têm uma reunião agendada para esse último final de semana. No decorrer dos próximos dias, o Unificado divulgará novidades sobre o assunto.