Sindipetro-SP lamenta a morte de Clarkson Nascimento, ex-diretor da FUP e FNP

Petroleiro falecido nesta quinta-feira (7) vítima de infarto trabalhou por 44 anos na Petrobrás e teve forte atuação sindical

clarckson presente
Clarckson foi diretor do Sindipetro AL/SE por várias gestões

Foi com profundo pesar que o Sindicato dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP) recebeu a notícia da morte de Clarckson Messias Araújo do Nascimento, vítima de um infarto nesta quinta-feira (7).

Clarckson ingressou na Petrobrás em 1978, empresa que ajudou a construir por 44 anos até se aposentar, em janeiro deste ano. Sua contribuição, entretanto, extrapolou o chão de fábrica.

Participou de greves históricas da categoria petroleira durante a ditadura militar (1983 e 1987), e logo após a redemocratização (1994 e 1995). Em 1987, integrou a chapa de oposição que ganhou as eleições do Sindicato dos Petroleiros de Alagoas e Sergipe (Sindipetro AL/SE).

Com isso, chegou à Federação Única dos Petroleiros (FUP), conduzindo as secretarias de Saúde e Segurança, Formação Sindical e Jurídica. Permaneceu na construção da entidade até 2006, quando decidiu fundar a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), dissidência da FUP conduzida pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU).

A direção do Sindipetro-SP lamenta profundamente a morte do companheiro e externa toda solidariedade aos amigos e familiares.

Clarckson Messias Araújo do Nascimento, presente!

Posts relacionados

FUP e FNP se unem na luta contra a privatização da Petrobrás

Guilherme Weimann

Familiares e amigos celebram a memória de Jacó Bittar: “Vive em todos nós”

Guilherme Weimann

Jacó Bittar é enterrado em Campinas: “Continua vivo em todos os petroleiros”

Guilherme Weimann