Sindipetro-SP cobra da Transpetro adesão a plano corporativo de academias de ginástica

Em ofício, sindicato reivindica a equiparação do benefício já oferecido pela Petrobrás aos seus trabalhadores

transpetro
Gestão da empresa já sinalizou que está estudando implementação do plano (Foto: Adobe Stock)

No início de fevereiro, o Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP) enviou um ofício à Gerência Setorial de Remuneração, Relações Trabalhistas e Sindicais da Transpetro – subsidiária integral da Petrobrás – cobrando a contratação de um plano corporativo de acesso a academias e estúdios de ginástica.

Há alguns anos, o serviço já é oferecido aos trabalhadores da holding (Petrobrás), que recebem metade da mensalidade paga ao Gympass – aplicativo que possibilita o acesso a uma rede de espaços voltados à atividade física em todo o país.

De acordo com o diretor do Sindipetro-SP, Felipe Grubba, a Transpetro tem o dever de equiparar os benefícios oferecidos pela Petrobrás. “A Transpetro faz parte do Sistema Petrobrás e, por isso, precisa oferecer os mesmos benefícios aos seus trabalhadores, que passam por situações muito semelhantes às enfrentadas pelo restante da categoria petroleira”, diz Grubba.

O sindicalista ainda exalta a importância do incentivo à prática de exercícios físicos. “Muitos trabalhadores da Transpetro viajam constantemente pelo Brasil e, por isso, esse sistema de academias conveniadas é muito interessante. Além disso, oferecer benefícios que melhorem a saúde dos funcionários não é gasto, mas investimento que com certeza retornará à própria empresa”, opina Grubba.

Em carta, a Transpetro informou que está estudando a implementação do benefício. Enquanto isso, está oferecendo um reembolso de até R$ 100 mensais para os trabalhadores que apresentarem notas fiscais correspondentes à prática de atividades físicas em academias e centros esportivos. 

Posts relacionados

Injustiça na Petrobrás: a luta dos trabalhadores contra perseguições políticas

Guilherme Weimann

Sindipetro Unificado realiza reunião com gerência dos Terminais do Planalto e OSBRA

Vitor Peruch

Operadores do Pátio de Coque da Replan estão em greve desde segunda-feira (8)

Guilherme Weimann