Resgate da soberania e dos direitos pautam Congresso do Sindipetro-SP no fim de semana

Encontro será realizado neste sábado e domingo, na sede da regional de Campinas do sindicato, e contará com a participação de nomes como Guilherme Boulos e José Dirceu

congresso do sindipetro-sp
Congresso elegerá nove delegados para a X PlenaFUP (Foto: Sindipetro-SP)

Após dois anos marcados por reuniões e encontros virtuais, devido à pandemia de covid-19, neste fim de semana ocorre o Congresso do Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP). O evento será realizado na sede do sindicato em Campinas (SP) e é aberto a todos os trabalhadores.

Na programação do evento, serão discutidas três principais temas: elaboração de pautas que serão apresentadas na negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT); mobilização em torno da reconstrução da Petrobrás, visando o fortalecimento da soberania nacional; papel dos petroleiros nas próximas eleições.

“Este ano será de muitos desafios, tanto no campo da defesa da soberania brasileira como também no que se refere às eleições nas quais podemos mudar os rumos deste país, interrompendo o golpe de estado que estamos sofrendo desde 2016”, avalia o diretor do Sindipetro-SP e da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Arthur Bob Ragusa.

Para isso, estão previstas uma série de mesas, que discutirão desde a conjuntura nacional até o setor petróleo. Estão confirmadas as participações do militante do Partido dos Trabalhadores (PT), José Dirceu; do integrante da coordenação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos; do coordenador do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep), William Nozaki; e do diretor-técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Fausto Augusto Junior.

Além disso, o Congresso elegerá os delegados do sindicato para o X PlenaFUP (Plenária Nacional da FUP), que acontece entre os dias 5 e 7 de maio. Os associados que se interessarem em concorrer a uma das vagas devem compor uma chapa e inscrevê-la até sexta-feira (8), às 16h, nas regionais do sindicato.

No total, a entidade tem direito de eleger nove delegados e seus respectivos suplentes, com uma cota mínima de 18% para mulheres. Todas as regras estão disponíveis no edital publicado no site.

Posts relacionados

Presidente da Petrobrás é alvo de ação de petroleiros, acionistas e frente parlamentar

Mari Miloch

Petrobrás paga R$ 24 bi aos acionistas, mas propõe apenas 5% de reajuste à categoria

Guilherme Weimann

Propostas da Petrobrás para o ACT: reajuste abaixo da inflação e retirada da AMS

Guilherme Weimann