Posição do Sindicato em relação à liberação da operação da Replan pela ANP

A Replan vinha cumprindo com todas as condições de segurança acordadas com o sindicato. A nossa principal preocupação sempre foi garantir que o processo de partida das unidades fosse realizado sem riscos para os trabalhadores.
Certamente, na inspeção, a ANP avaliou que as condições das instalações são seguras para a operação.
O sindicato aguarda ainda que seja estabelecido um grupo de trabalho, com participação do sindicato, empresa e a base, para discussão e deliberação de ações durante a partida e no processo de operação, garantindo uma rotina de trabalho segura na Refinaria.

Posts relacionados

Covid-19: Testes para petroleiros sintomáticos é de responsabilidade da empresa

Sindipetro-SP

Geopolítica da energia: a quem interessa uma crise no Cazaquistão?

Sindipetro-SP

Reestatização: O que o processo ao redor do mundo tem a ensinar pro Brasil?

Andreza de Oliveira