Petroleiros vacinados iniciam arrecadação de alimentos não perecíveis em Campinas

Por meio de um sistema de coleta drive thru, campanha visa ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social agravada pela pandemia

A expectativa é arrecadar uma tonelada de alimentos (Foto: Guilherme Weimann/Sindipetro-SP

Por Guilherme Weimann

A partir desta terça-feira (27), petroleiros iniciam arrecadação de alimentos não perecíveis na sede do Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP), em Campinas (SP). Realizada em parceria com a Associação Beneficente e Cultural dos Petroleiros (ABCP), a coleta está sendo organizada em um sistema drive thru, de segunda à sexta-feira, das 9 às 13 horas.

A iniciativa partiu de petroleiros aposentados que já tomaram a vacina contra o coronavírus. Por meio de grupos de WhatsApp e reuniões virtuais, eles mapearam aqueles que já haviam recebido o imunizante e organizaram uma escala de trabalho para receber as doações, que se estendem até o dia 7 de maio.

Leia também: Sindipetro lança curta sobre rede de distribuição de alimentos orgânicos do MST

O coordenador da ABCP e trabalhador aposentado da Refinaria de Paulínia (Replan), Silvio Marques, explica que a campanha é uma ação de solidariedade a famílias em situação extrema de vulnerabilidade. “A falta de apoio governamental e a necessidade de isolamento social são incompatíveis. Isso tem agravado, além dos casos de covid-19, a situação econômica e social de milhões de brasileiros. Por isso, sentimos que é hora de retomar iniciativas solidárias para ajudar famílias que correm risco alimentar”, explica.

No ano passado, o Sindipetro-SP doou centenas de botijões de gás, produtos de higiene pessoal e cestas de alimentos orgânicos produzidos nos assentamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) a moradores de bairros periféricos de Campinas. No início deste ano, também realizou duas vendas de gasolina a preço justo em São Paulo (SP).

“É uma questão de sobrevivência. Neste momento, precisamos unir o movimento legítimo de pressão para que o Estado tome medidas de mitigação dos problemas causados por uma política desastrosa em relação ao coronavírus, mas também precisamos estender a mão para que nossos companheiros, trabalhadores, também possam colocar comida na mesa. Por isso, convocamos petroleiros e todas as pessoas que quiserem se somar nessa luta”, aponta Marques.

Os alimentos arrecadados nesta campanha serão distribuídos a famílias campineiras, por meio de um cadastro que está sendo elaborado em parceria com associações de bairro, centros culturais e lideranças comunitárias.

O que: Campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis

Quem: Sindipetro-SP e ABCP

Quando: Até 7 de maio, de segunda à sexta-feira, das 9 às 13 horas

Onde: Sede do Sindipetro-SP – Rua Cônego Manuel Garcia, 1010 – Jardim Chapadão, Campinas (SP)

Como: Sistema drive thru

Posts relacionados

Setor jurídico atualiza ações coletivas movidas pelo Sindipetro-SP

Guilherme Weimann

Sindipetro-SP organiza centro de documentação e memória em Campinas

Guilherme Weimann

Sindipetro-SP realizará nova rodada de setoriais para discutir terceirização na Replan

Andreza de Oliveira