Petroleiros conquistam vitória na Justiça, que proíbe tabela 3×2

Decisão é válida para os três sindicatos de petroleiros do estado de São Paulo e incidirá sobre os trabalhadores da Recap

tabela
Mobilização dos trabalhadores da Recap foi essencial para o retorno da tabela 6×4

Nesta sexta-feira (5), os petroleiros de São Paulo conquistaram uma importante vitória na Justiça. O ministro relator do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Alexandre Belmonte, proibiu expressamente a aplicação da tabela 3×2 (trabalho x folga) em jornadas de oito horas de trabalho. A decisão é válida para os três sindicatos de petroleiros do estado (Unificado, Litoral Paulista e São José dos Campos).

Na decisão, Belmonte aponta que a tabela 3×2 “resultaria em apenas um único fim de semana com a família a cada 60 dias”. Com isso, a Petrobrás deverá retomar a tabela 6×4 nas três unidades.

“Essa decisão apenas reforça a tese defendida desde o início por nós, de que a aplicação da tabela 3×2 fere os direitos dos trabalhadores e já havia sido vedada pelo TST”, aponta a assessora jurídica do Sindipetro-SP, Camilla Lago.

Além disso, o diretor do Sindipetro-SP, Auzélio Alves, aponta que a mobilização dos trabalhadores da Refinaria de Capuava (Recap) foram fundamentais para a vitória conquistada no judiciário.

“A mobilização dos trabalhadores foi vitoriosa. Parabéns ao nosso jurídico pela bela peça que apresentou, parabéns a toda direção, parabéns aos guerreiros aposentados que estiveram na portaria da Recap e, principalmente, parabéns trabalhadores do turno que acreditaram e realizaram essa luta”, aponta.

Notícias Relacionadas

Bronca do Peão: Errou, otário! Vai comer sua pipoca e não enche o saco!

Guilherme Weimann

RECAP: SETORIAIS DEBATEM TABELA DE TURNO

Ademilson Costa

Petrobrás tenta implementar turno 3×2, apesar de vitória da categoria na Justiça

Guilherme Weimann