Palestras abrem a caixa preta do PP-3

Reunião na Regional Mauá

A Petrobrás e a Petros estão em campanha para a criação de um novo plano, o PP-3 (Plano Petros 3), em substituição ao PP-1. O que a empresa e o fundo apresentam como solução é, na verdade, solução apenas para os acionistas e eventuais interessados em comprar a companhia, porque para o trabalhador é uma tremenda armadilha. Essa foi a tônica das palestras ocorridas na semana passada nas três regionais do Sindicato. Dirigentes do Unificado, técnicos da FUP membros do Grupo de Trabalho (GT) apresentaram as propostas alternativas para solucionar o déficit do PP-1.

Reunião na Regional Campinas

“Ao defendermos a ampliação do prazo de pagamento do déficit do PP-1, não estamos apenas esticando o prazo, mas garantindo a manutenção do Plano 1, no qual a Petrobrás é solidária, ou seja, para cada um real que o beneficiário coloca, a companhia coloca o mesmo valor. Com a migração para o PP-3 vão acontecer, de imediato, duas coisas: primeiro, o valor total do déficit do PP-1 será descontado integralmente de uma única vez, o beneficiário vai migrar apenas com o saldo que restar; em segundo lugar, no PP-3 não há a contribuição da Petrobrás, é você com você mesmo e só”, explicou o diretor aposentado do Unificado, Carlos Cotia.

Palestra na Regional São Paulo

A palestra ocorrida na Regional São Paulo, no dia 14, foi transmitida ao vivo pelo Facebook e pode ser acessada clicando aqui