Marcha das Margaridas: organização espera 100 mil pessoas em Brasília

Desde o ano 2000, a cada quatro anos, camponesas de todos os estados marcham inspiradas pela história de Margarida Maria Alves, liderança assassinada por defender os direitos de trabalhadoras e trabalhadores rurais. A Marcha das Margaridas é uma ampla ação estratégica das mulheres do campo, da floresta e das águas para conquistar visibilidade, reconhecimento social, político e cidadania plena. A Marcha se constrói a partir do processo formativo, de debate, ação política e mobilização, desenvolvido pelas mulheres desde suas comunidades, municípios e estados, até chegar às ruas da capital do país. Este ano, a Marcha se concentra em Brasília, no dia 14 de agosto.

Desde o seu surgimento, a Marcha vem se construindo como a maior e mais efetiva ação de luta das mulheres do campo, da floresta e das águas, contra a exploração, a dominação e todas as formas de violência e em favor de igualdade, autonomia e liberdade para as mulheres.

A Marcha das Margaridas é a maior ação de mulheres da América Latina e leva à capital federal as propostas e os quereres de quem produz comida sem veneno para nossa população. Somos uma potência agroambiental graças a milhões de margaridas que produzem alimentos saudáveis para nossas cidades, garantindo a soberania alimentar e a preservação de nossas sementes crioulas, dos ecossistemas e da biodiversidade.

Em 2019, nós vamos mais uma vez ao centro do poder para sermos vistas e para propor as políticas públicas que melhor atendem as demandas das agricultoras e agricultores familiares de todo o país.

Nos encontraremos para resistir aos retrocessos sociais, exigir o fim do racismo e da violência contra as mulheres, defender os direitos humanos e o meio ambiente.

Mulheres de todo o Brasil, trabalhadoras que vivem nas cidades, nas periferias, nos campos, nas florestas e nas águas venham marchar com a gente nos dias 13 e 14 de agosto, em Brasília. Somos todas margaridas!

Notícias Relacionadas

100 mil mulheres participaram da Marcha das Margaridas

Andreza de Oliveira