Mobilização por empregos e contra a privatização atinge todo o país

Assembleia na Regional Campinas
Assembleia na Regional Mauá

 

Durante toda a semana sindicatos das bases da FUP realizaram assembleias para definir a realização de um movimento entre esta segunda-feira, 25, e a próxima sexta, 29, com atrasos, paralisações e atos exigindo o cumprimento integral do Acordo Coletivo recém assinado e abolição do uso de metas de SMS como critério para a avaliação de empregados, entre outros itens especificados no edital que convocou as assembleias. “Com esse movimento queremos mostrar para a companhia de que nós funcionários exigimos respeito pelo nosso ACT e pelos nossos empregos e queremos dialogar com a sociedade sobre a importância da Petrobrás pública e das riquezas do pré-sal voltados para o desenvolvimento do país, da saúde e da educação”, afirma o coordenador da Regional Mauá, Auzélio Alves.

Acompanhe pelos grupos de whatsapp, site e redes sociais do Sindicato toda a movimentação desta semana.

Boa luta para todos nós. Viva a categoria petroleira, viva a Petrobrás, viva o Brasil.

Posts relacionados

MRV financia contratação de Diego Costa, mas nega papel higiênico aos trabalhadores

Guilherme Weimann

Vitória: Petroleiros de Três Lagoas (MS) vencem ações contra Petrobrás

Andreza de Oliveira

Na contramão do mundo, Petrobrás vende ativos fundamentais para transição energética

Andreza de Oliveira