FUP discute estratégias de fiscalização de ações contra Covid na Petrobrás

Petroleiros reúnem-se novamente com representantes do Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho nesta terça-feira (27)

FUP cobra medidas mais contundentes para contenção da Covid pela Petrobrás (Foto: Divulgação prefeitura de Manaus)


Por Federação Única dos Petroleiros

Após encontro no último dia 20, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) volta a reunir-se nesta terça-feira (27) com representantes do Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho (DSST) do Ministério da Economia, da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) e da Confederação Nacional do Ramo Químico (CNRQ) para discutir planos para acompanhamento e cobrança de ações contra a Covid-19.

A atividade estabeleceu estratégias a serem executadas pelas empresas do setor de óleo e gás, em especial a Petrobrás, para contenção do coronavírus no ambiente de trabalho e a realização das paradas de manutenção que estão em execução e programadas.

Na reunião, foram definidos três encaminhamentos principais:

1 – Os Órgãos Governamentais de fiscalização continuarão a se reunirem com as Empresas, prática já em execução, para acompanharem de perto as ações executadas e apuração de denúncias referentes à questão.

2 – Os Órgãos Governamentais, por intermédio do DSST, proporão um fórum tripartite para apuração e acompanhamento frequente sobre questões referentes à COVID e as paradas de manutenção.

3 – Estabelecimento de uma agenda dos Órgãos Governamentais com a FUP e Sindicatos para a definição de ações visando uma atuação conjunta frente às empresas para proteção dos trabalhadores diante da pandemia da COVID-19.

A reunião desta terça-feira terá como pontos principais a apresentação das ações sindicais referentes aos pedidos de postergação das paradas de manutenção e a discussão sobre pontos considerados críticos pelo movimento sindical e não atendidos pela Petrobrás em relação ao combate à pandemia.

Posts relacionados

Com apoio de petroleiros, famílias ocupam terreno da Petrobras em Itaguaí (RJ)

Guilherme Weimann

Operações envolvendo informações privilegiadas da Petrobrás continuam sem respostas

Guilherme Weimann

Petroleiros acionistas se unem em defesa da Petrobrás

Andreza de Oliveira