Desmonte ataca a soberania energética e alimentar, afirma Castilho

Alexandre Castilho na TVT

No último dia 16, o diretor do sindipetro unificado, Alexandre Castilho participou do seu jornal na Rede TVT. Acompanhe a íntegra da sua participação.

Publicado por Alexandre Castilho em Segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

No dia 16, o diretor do Sindipetro Unificado, Alexandre Castilho participou de uma entrevista na TVT quando alertou a população sobre os perigos da política de desinvestimento e desmonte.

Castilho citou o fechamento de projetos e  unidades no exterior, que gera desemprego fora do país, mas que também afeta internamente o Brasil. “Você gera desemprego no continente em que estava tendo o projeto, mas também diminui as oportunidades de emprego para profissionais brasileiros que acabam tendo de retornar ao país”, afirmou o dirigente.

Para ele, ao optar pelo desmonte, a atual gestão da Petrobrás ataca não só a soberania energética como também a alimentícia. “Hoje o Brasil importa cerca de 75% dos fertilizantes utilizados na agricultura, se você desativa uma unidade produtora – como a Fafen Araucária – você gera desemprego e aumenta a dependência a produtos importados”.

Clique aqui e confira a íntegra da entrevista..

Notícias Relacionadas

TRANSPETRO – Sindicato suspende Assembleias

Ademilson Costa

Petroleiros cobram participação nas decisões de combate ao coronavírus na Transpetro

Guilherme Weimann

TRANSPETRO – EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIAS

Ademilson Costa