Danilo apresenta relatório das atividades no CA

Danilo durante setorial na Replan

Como parte de seu compromisso com a categoria, o conselheiro eleito Danilo Silva irá buscar apresentar à categoria o desenvolvimento de seu trabalho no Conselho de Administração da Petrobrás. “Essa é uma das formas de acompanhar minhas atividades como conselheiro, mas todo petroleiro ou petroleira pode entrar em contato comigo a qualquer momento pelo Tel\Whatsapp 19 9 9560 2177”, afirma Danilo.
Nos dois primeiros meses de 2019, o CA se reuniu três vezes, em 30 de janeiro, 18 e 27 de fevereiro. Danilo participou dos três encontros e também se reuniu com o presidente da companhia, Roberto Castello Branco, e com o presidente do CA, Almirante Eduardo Barcellar Leal Ferreira, para discutir demandas e solicitar informações relevantes à categoria.

Além da agenda oficial do Conselho, Danilo participou de várias atividades da categoria, como as assembleias no Edisp e reuniões setoriais na Recap e na Replan, assim como em outros estados e unidades da Petrobrás e suas subsidiárias.

Danilo também tem realizado “lives” semanais, entradas ao vivo nas redes sociais para conversar diretamente com a categoria.

Para manter a transparência do seu mandato e informar a categoria, o conselheiro apresenta agora um levantamento do que foi abordado nas reuniões do CA e como foi o seu posicionamento em relação a cada tema.

É importante esclarecer que nem todos os assuntos pautados nas reuniões podem ser divulgados, em virtude do acordo de confidencialidade do Conselho de Administração.

 

Nos primeiros dois meses de 2019, o Conselho de Administração da Petrobrás realizou três reuniões. A primeira agenda foi no dia 30 de janeiro e, depois, em 18 e 27 de fevereiro. O conselheiro eleito pelos trabalhadores para o CA, Danilo Silva, participou de todas as reuniões.

 

 

Atividades

03/01/19 – Posse no Conselho de Administração e acompanhamento da posse do Presidente Roberto Castelo Branco, no Rio de Janeiro/RJ;

21 a 24/01 Treinamento On Boarding, obrigação legal, e reunião prévia com as áreas 25/01 – Reunião com o presidente Roberto Castello Branco, no Rio de Janeiro/RJ;

28 e 29/01 – Reunião prévia sobre as pautas do RCA de janeiro, no Rio de Janeiro/RJ;

 

 

30/01/19
Reunião CA (janeiro) – Rio de Janeiro/RJ

Temas discutidos e votações:

O gerente geral de Gestão Integrada de Ativos de Exploração e Produção, Carlos Alberto Pereira de Oliveira, fez uma apresentação de 45 minutos sobre as “Reservas de Petróleo e Gás da Petrobrás – Dezembro de 2018”.

Com a exibição de tabelas e gráficos, ele demonstrou que no último dia de 2018, as reservas provadas de óleo, condensado e gás natural da Petrobrás atingiram 11,957 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), segundo critérios da ANP/SPE (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis/Society of Petroleum Engineers).

O gerente informou que a Petrobrás conseguiu repor 96% do volume produzido, desconsiderando os efeitos dos desinvestimentos realizados em 2018, devido, principalmente, à perfuração de novos poços, às respostas positivas à injeção de água e ao bom desempenho dos reservatórios no pré-sal das bacias de Santos e Campos.

Disse ainda que as operações de desinvestimentos proporcionaram a monetização antecipada de 0,421 bilhão de boe referentes a: cessão de direitos de 35% da participação do campo de Lapa e 22,5% da participação dos campos de Berbigão, Sururu e Oeste de Atapu para a Total; cessão de 25% do campo de Roncador, concretizando a parceria estratégica com a Equinor; e formação da Joint Venture da Petrobras América Inc. com a Murphy Exploration & Production Co.

Pelo critério SEC (US Securities and Exchange Commission), as reservas chegaram a 9,606 bilhões de boe, em 31 de dezembro, e a Petrobrás conseguiu repor 125% do volume produzido, desconsiderando os efeitos dos desinvestimentos realizados em 2018.

Nas deliberações, Danilo votou favorável à eleição de Carlos Alberto Pereira de Oliveira como Diretor Executivo de Exploração e Produção e de Rudimar Andreis Lorenzatto, como Diretor Executivo de Desenvolvimento da Produção & Tecnologia.

O conselheiro também votou a favor das seguintes matérias:

– Indicação de Diretor Presidente e Diretor de Dutos e Terminais da Transpetro (Paulo Penchiná Cortines Pereira);

– Indicação de membro do Conselho de Administração da Petrobrás Biocombustível;

– Indicação de Diretor da Logigás;

– Indicação de membros do Conselho Fiscal da Petrobras Operaciones (Posa);

– Indicação de novo membro para Comissão de Ética da Petrobrás e do seu Coordenador;

– Indicações do Ministério de Minas e Energia de novo Presidente e novo membro para o Conselho de Administração da Petrobrás (Almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira para Presidente do Conselho de Administração da companhia e João Cox para membro do Conselho).

Danilo Silva votou contra a designação de Claudio Costa para Gerente Executivo de Gestão de Pessoas. Ex-secretário executivo adjunto de gestão de pessoas da Prefeitura de São Paulo durante a gestão de João Doria (PSDB), Costa foi o responsável por criar um clima de terror no Edisp, no dia 25 de fevereiro, ao ameaçar de demissão os trabalhadores do prédio administrativo, que a Petrobrás anunciou que será desmobilizado.

 

04/02/19 – Seminário Estadual sobre alternativas ao PED Petros e PP3 – São Paulo/SP;

06/02/19 – Reunião do Comitê em defesa das Estatais e reunião com deputados eleitos por Pernambuco sobre a importância da Petrobrás e do Pré-Sal para o Brasil – Brasilia/DF;

07/02/19 – Encontro de Governança com conselheiros eleitos pelos empregados em estatais – Brasilia/DF;

15/02/19 – Reunião Extraordinária do CA – Fevereiro – Rio de Janeiro/RJ;

18/02/19 – Indicação de Edmundo José Correia Aires para Diretor de Suprimentos Agrícolas e Diretor de Biodiesel da Petrobrás Combustível S.A. (PBIO) – Danilo votou favorável

19/02/19 – Solicitado a alteração do estatuto em relação à participação do conselheiro eleito pelos empregados nos comitês que assessoram o Conselho de Administração;

O conselheiro solicitou reunião com o Presidente do Conselho de Administração, Almirante Eduardo Bacellar Leal Ferreira;

20/02/19 – Danilo participou da assembleia no Edisp, organizada pelo Sindipetro Unificado-SP, sobre a decisão do fechamento do prédio administrativo de São Paulo/SP pela gestão da Petrobrás;

21/02/19 – Solicitação à alta administração da razão que deu embasamento à decisão de fechar o prédio do Edisp, assim como os custos envolvidos em toda a operação e expectativa da operação;

21/02/19 – Foram encaminhados diversos requerimentos de esclarecimento à alta administração sobre a saída de duas geólogas, Ana Patricia Laier e Carla Marinho, da condição de consultoras, além de outras informações solicitadas por trabalhadores;

22/02/19 – Visita ao Sindipetro PE/PB, Terminal Aquaviário de Suape e Copergás, em Recife/PE;

25/02/19 – Reunião com assessoria jurídica e financeira;

 

 

26 e 27/02/19

Reunião CA (Fevereiro) – Rio de Janeiro/RJ

Temas discutidos e votações:

O Gerente Executivo de Controladoria, Ricardo Rodrigues Besada Filho, apresentou os “Resultados e Relatórios de Desempenho Empresarial da Petrobrás – Exercício de 2018”. Em seguida, foi a vez da Gerente Executiva de Relacionamento com Investidores, Isabela Mesquita Carneiro da Rocha, expor o “Relato Integrado 2018”. Por último, o sócio-líder da KPMG, Marcelo Gavioli, fez uma apresentação sobre “Auditoria das Demonstrações Contábeis – Exercício findo em 31 de dezembro de 2018”.

Segundo as informações, no acumulado do ano passado, a Petrobrás conseguiu registrar um lucro líquido de R$ 25,78 bilhões, conseguindo assim seu primeiro lucro anual desde 2013, e registrou um Ebitda recorde de 114,9 bilhões. O endividamento da companhia ficou em US$ 84,4 bilhões.

A estatal destacou que sua produção ficou praticamente estagnada durante os últimos cinco anos em função, entre outros fatores, da ausência de leilões de blocos de petróleo no Brasil entre 2008 e 2013, atrasos sistemáticos no desenvolvimento de projetos em parte associados às rígidas exigências de conteúdo local e o declínio natural de campos maduros.

Nas matérias para deliberação, o conselheiro votou favorável às Demonstrações Contábeis da Petrobrás (Controladora e Consolidadas) – Exercício de 2018.

 

06/03/19 – Reunião com equipe técnica do Ineep, debate sobre conjuntura econômica nacional e geopolítica internacional;

14/03/19 – Gravação de material (vídeo) para divulgação em redes sociais sobre o papel do conselho e temas estratégicos do setor;

18/03/19 – Participou da formação de Conselheiros de Administração (atualização) – Instituto Brasileiro de governança corporativa – IBGC/SP – São Paulo/SP;

20/03/19 – Reunião CA no Rio de Janeiro/RJ.