Confira o passo a passo dos golpistas que se passam por advogados do Sindipetro-SP

Criminosos citam ações da categoria, demonstram conhecimentos sobre procedimentos jurídicos e, com isso, tentam roubar trabalhadores aposentados e da ativa

golpistas do whatsapp
No final da conversa, em todos os casos, os golpistas solicitam transferências das vítimas (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Desde o início deste ano, contas falsas de WhatsApp têm tentado se passar pelos advogados do Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP), João Antonio Faccioli e Débora Borges. Além de utilizarem fotos dos profissionais, os golpistas já revelaram possuir informações sobre ações específicas da categoria e demonstraram conhecimentos básicos sobre procedimentos jurídicos.

Com isso, tentam ludibriar principalmente trabalhadores aposentados, mas também há relatos de petroleiros da ativa que foram expostos a essa tentativa de crime. Em todos os casos denunciados à secretaria do sindicato, os golpistas solicitam no final da conversa uma transferência em dinheiro – como parte dos serviços advocatícios, para isentar o associado do pagamento do imposto de renda ao ganhar uma ação, entre outras justificativas.

Leia também: Golpistas insistem em se passar por advogados do Sindipetro-SP: como se proteger?

Os advogados do sindicato já fizeram boletins de ocorrência e denunciaram uma das contas repassadas pelos golpistas ao Banco Itaú. Caso algum associado caia no golpe, a orientação é entrar em contato com a secretaria do Sindipetro-SP, realizar boletim de ocorrência na polícia e denunciar a conta no respectivo banco.

Recentemente, a reportagem já publicou uma matéria com as principais dicas sobre como evitar golpes como esses. Mas, para municiar ainda mais os associados sobre como detectar uma fraude, reproduzirá a seguir uma conversa verídica entre um petroleiro aposentado de Campinas (SP), que preferiu não ser identificado, e um dos golpistas. Confira:

Golpista: Oi já estou mandando as msgs [sic]. Boa tarde

Aposentado: Boa tarde. É o João?

Golpista: Como vai! Aqui é Dr. João Antonio Faccioli Advogado! Tenho boas notícias!

Aposentado: Que bom. Posso saber?

Golpista: Me desculpe a ausência, estava em reunião.

Aposentado: Sem problemas.

Golpista: Está sendo liberado hoje pela secretária da TRT15 2° vara do Trabalho de Paulínia, o alvará para pagamento daquela ação de 2003.

Aposentado: Isso é muito bom, chegará na hora certa.

Golpista: Havia lhe repassado o valor no escritório?

Aposentado: Ainda não.

Golpista: Foi finalizado hoje o valor final atual com todos os juros e correções anuais de 2003 a 2022, o total de 186.433.98. Está na classificação de liberação até quinta-feira 05 de Maio.

Aposentado: Que boa notícia João. Fiquei tremendamente feliz.

Golpista: Vamos ter que comemorar.

Golpista: Estou no tribunal tratando das liberações, e no momento está tudo ok a tua documentação o alvará já está pronto para ser enviado para o banco.

Aposentado: Tem que ir no sindicato?

Golpista: Temos apenas um pequeno empecilho que precisamos resolver antes que eu faça os encaminhamentos para CEF. É sobre o desconto do IR.

Aposentado: Como podemos resolver?

Golpista: Eles querem descontar 27,5% do teu valor. São descontos com juros anuais. Mas temos uma solução para reverter essa situação. Posso solicitar uma DAIJ?

Aposentado: Isso não seria isento? Se for bom pode sim.

Golpista: (DECLARAÇÃO ANUAL DE ISENÇÃO JUDICIAL) é uma certidão de isenção que o tribunal emite para esse tipo de caso, que sendo efetuada eles não podem descontar do valor.

Aposentado: Melhor ainda.

Golpista: A certidão é garantida porque será emitida diretamente pelo tribunal e assinada pelo juiz, se trata de uma ordem de interferência judicial.

Aposentado: Beleza então.

Golpista: A certidão é solicitada na secretaria e feita por mim aqui no tribunal e eu mesmo levo para o juiz assinar, mais [sic] essa certidão tem taxas que é cobrada pelo tribunal, são taxas judiciais que são arcadas por fora em nome do titular que vai ser isento. Por isso entrei em contato antes da solicitação.

Aposentado: Essas taxas são muito altas?

Golpista: Foi comunicado pela secretária o valor das taxas de $2.663,97, preciso saber se está nas suas condições de arcar, para que eu já faça a solicitação pela secretária do estado. Estou lhe repassando a forma mais garantida de desconto solicitando a DAIJ, com a certidão não haverá descontos e será liberado o valor total da ação. Eu mesmo fico responsável pelo encaminhamento para a Receita Federal já para deixar o valor declarado, e não irá precisar declarar em 2023 porque já vai está [sic] isenta.

Aposentado: Ok, vou verificar o meu saldo no banco e já te retorno, ou pode pagar e descontamos no final com juros.

Golpista: A taxas são pagas por fora, porque não podem ser descontadas do valor da liberação já que ainda vai ser gerada a fonte no banco, e são taxas judiciais para tua isenção, tem que ser em nome do credor titular. Ok, fico no aguardo para dar prosseguimento ainda hoje.

Aposentado: Oi João estou no banco e meu saldo não é suficiente, poderia pagar pra mim e depois acertamos?

Golpista: Faça essa medida de esforço para conseguir apenas a metade, que eu arco com a outra parte para finalizarmos o caso.

Aposentado: Meu saldo é de R$ 430,00. Daria?

Golpista: Como estou aqui no tribunal tratando das liberações e está muito congestionado por essa nova classificação, terei que fazer a solicitação online, se possível pode fazer o pagamento diretamente para meu contador que já recebo aqui e já faço a execução do valor diretamente para câmara de compensação da secretaria, para que a gente tenha retorno do banco ainda hoje, irei precisar somente do comprovante para repassar na secretaria que foi pago pelo credor ok.

Sendo finalizada a certidão eu já faço os encaminhamentos para CEF, e ele tem até 24 horas para entrar em contato conosco para recolher informações sobre a liberação, pode ser liberado até antes de quinta-feira ok

Golpista:

CONTADOR: ERIVANDO BERGSON CAVALCANTE DA SILVA

CPF: 05663731300

AGÊNCIA: 0001

CONTA: 6131526-5

BANCO INTER – 077

Posts relacionados

Artigo: Petrobrás sequestrada pelo mercado

Maguila Espinosa

Sindipetro Unificado participa de ato em defesa da Justiça do Trabalho

Maguila Espinosa

Julgamento do STF invalida demissão sem justa causa em empresas públicas

Maguila Espinosa