Bolsonaro extinguiu a comissão do benzeno, não a luta

De camiseta vermelha os diretores do Unificado Auzélio Alves, Sassá e Renato Lorett

 

Recente portaria do governo (portaria 972, de 21 de agosto) eliminou, em uma única canetada, dezenas de comissões tripartites, muitas delas utilizadas para melhorar as condições de saúde e segurança dos trabalhadores. Entre essas comissões está a do Benzeno, de extrema importância para o nosso setor.

A Comissão Nacional Permanente do Benzeno (CNPBz) funcionava há mais de 20 anos, foi a protagonista do acordo do benzeno e obteve sensíveis melhorias nos ambientes de trabalho. “A Comissão foi extinta, mas nossa luta continua, vamos manter as atividades do dia 5 de outubro, dia nacional de luta contra a exposição ao benzeno, denunciar o descaso desse governo com a saúde dos trabalhadores, manter o site da CNPBz no ar e nos articularmos de forma independente para dar continuidade a esse trabalho, mesmo em um cenário mais difícil”, destacou o diretor do Unificado, Auzélio Alves, membro da bancada dos trabalhadores na CNPBz.

Acompanhe o site www.cnpbz.com.br para saber as notícias sobre a luta pela saúde, contra a exposição a produtos cancerígenos.

Posts relacionados

Reunião da bancada dos trabalhadores da CNPBz é cancelada

Andreza de Oliveira