ACT: Categoria rejeita proposta da Petrobrás e aprova indicativo de greve

Realizadas em todas as bases do Sindipetro-SP, assembleias trouxeram como resultado rejeição de proposta da Petrobrás e aprovação de greve contra a privatização

Nos demais sindicatos pertencentes à FUP, o resultado foi o mesmo (Foto: Sindipetro-ES)

Na tarde desta sexta-feira (8), foram encerradas as assembleias das bases do Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro-SP) com rejeição unanime à proposta de Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) apresentada pela Petrobrás no último mês. A categoria também se mostrou favorável à greve contra a privatização da companhia. 

As assembleias ocorriam desde o dia 27 de junho, após a Petrobrás ter apresentado contraproposta ao ACT sugerido pela categoria em mesa de negociação. O acordo da empresa propunha reajuste salarial de 5%, valor abaixo da inflação, retirada da Assistência Multidisciplinar de Saúde (AMS) das discussões, hora extra creditada somente em banco de horas, dentre outros retrocessos. 

Em demais sindicatos pertencentes à Federação Única dos Petroleiros (FUP), o resultado também foi semelhante em relação à rejeição da proposta da empresa e aprovação da greve. 

Leia também: “É a pior que já vi”, diz diretora sobre proposta de ACT apresentada pela Petrobrás

Diretor do Sindipetro-SP, Felipe Grubba afirma que o acordo proposto pela empresa favorece somente os acionistas estrangeiros. “A categoria seguiu o indicativo da FUP contra essa proposta que é um acinte à categoria e a cara do atual governo. É uma proposta que faz com que a empresa garanta um maior nível de dividendo aos acionistas, e retira dos trabalhadores a partir do acordo coletivo”, afirma.

No último ano, a Petrobrás registrou lucro recorde de R$ 100 bilhões, sendo 63,4% destinado à acionistas. 

Replan

Durante as assembleias, o Sindipetro-SP também apresentou aos trabalhadores da Refinaria de Paulínia (Replan) a pauta referente à parada de manutenção, que foi aprovada por 91% dos petroleiros da base. 

 

Posts relacionados

Operadores do Pátio de Coque da Replan estão em greve desde segunda-feira (8)

Guilherme Weimann

Contribuição Assistencial será repassada integralmente aos trabalhadores do sindicato

Vitor Peruch

Memórias: “A memória pra mim tem sabor de mudanças e atualizações”

Guilherme Weimann