A solenidade de abertura do evento conta com transmissão ao vivo pelo canal da FUP no Youtube

Acompanhe ao vivo a cerimônia de abertura do XIX CONFUP

A solenidade de abertura do evento conta com transmissão ao vivo pelo canal da FUP no Youtube

Foto: Luciana Fonseca

[Da imprensa da FUP]

O XIX Congresso Nacional da FUP começa na tarde desta quinta-feira, 03, com a eleição da nova diretoria colegiada, que conduzirá as lutas da categoria pelos próximos três anos. A solenidade de abertura do evento está prevista para ter início às 15h30, com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube.

Veja abaixo:

Com o desafio de avançar nas lutas pela reconstrução da Petrobrás e resgate dos direitos da categoria petroleira, o Confup prossegue até domingo, 06, com participação de cerca de 300 trabalhadores, entre delegados eleitos, observadores, assessorias e convidados.

O Congresso, que tem como tema “Energia para renovar o Brasil”, está sendo realizado em formato híbrido (presencial e por videoconferências), no Instituto Cajamar, na região metropolitana de São Paulo.

O XIX Confup ocorre em um momento significativo para a categoria petroleira e a classe trabalhadora de forma geral, com o restabelecimento de um governo democrático e o início da retomada de direitos e conquistas sociais que foram violentamente atacados e desmontados pela ultra direita.

Este será também o primeiro Confup que terá atividades presenciais, após uma lacuna de três anos imposta pela pandemia da Covid-19. Mas, como o evento ocorre de forma híbrida, 60% do público acompanha os debates por videoconferências.

Ao todo, participam 259 delegados e delegadas, dos quais 104 estão presencialmente em Cajamar e o restante participam virtualmente.

O Congresso Nacional da FUP é a instância máxima da organização dos petroleiros das bases fupistas, cujo pilar é a democracia sindical. É neste fórum que a categoria delibera sobre as pautas de reivindicações e calendários de luta, a partir dos debates realizados regionalmente.

Confira a programação do XIX Confup: 

03/08 – Quinta-Feira

10h às 13h – Credenciamento das Delegações

11h30 às 13h30 – Almoço

13h – Eleição da Mesa Diretora e do Regimento Interno do XIX Confup. Apresentação das Teses Políticas das correntes da FUP

14h – Eleição da Diretoria Colegiada da FUP e Conselho Fiscal para o período 2023-2026

15h – Posse da diretoria eleita

15h30 –  Solenidade de abertura do XIX Confup, com participação de lideranças de organizações sindicais, dos movimentos sociais e dos partidos políticos do campo da esquerda

16h – Mesa 1: “Desafios da reconstrução”. Convidados: Mônica Valente, secretária executiva do Foro de São Paulo e dirigente do PT; Nivaldo Santana, Secretário Sindical Nacional do PCdoB; Camila Lisboa, presidenta do Sindicato dos Metroviários de São Paulo e dirigente do PSOL

19h – Jantar

04/08 – Sexta-Feira

08h às 09h – Café da Manhã

09h às 11h30 – Mesa 2: “Os 70 anos da Petrobrás: passado, presente e futuro que queremos”. Convidados: João Antônio de Moraes, ex-coordenador da FUP; Mahatma Ramos dos Santos, diretor técnico do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep); Paulo Galo, líder do Movimento dos Entregadores Antifascistas

11h30 às 13h – Almoço

13h às 15h30 – Mesa 3: “Novas fronteiras e transição energética: desafios para os trabalhadores”. Convidados: Amanda Ohara, da Coordenação do Instituto Clima e Sociedade (ICS); Renata Belzunces, economista do Dieese; Juliane Furno, professora da Faculdade de Economia da UERJ e assessora da Presidência do BNDES

15h30 às 16h – Intervalo

16h às 18h30 – Mesa 4: “Sindicato na luta contra assédios e opressões no Chão de Fábrica”. Convidadas: Maria Luiza da Costa, presidenta da Sempreviva Organização Feminista (SOF) e integrante da Marcha Mundial das Mulheres; Bárbara Geraldo de Castro, professora de Sociologia da Unicamp

19h – Jantar

05/08 – Sábado

08h às 09h – Café da Manhã

09h às 10h – Mesa 5: “Lawfare como ferramenta política”, com participação dos ex-dirigentes do PT, Delúbio Soares e João Vaccari Neto

10h às 12h – Mesa 6: “Propostas da FUP para os entraves do ACT”, com participação do coordenador-geral da FUP, Deyvid Bacelar, e de assessorias (Dieese e Jurídico)

12h às 13h – Almoço

13h às 18h30 – Grupos de Trabalho

GT 1 – AMS e Petros

GT 2 – Regimes; Planos de Cargo e Remuneração

GT 3 – Petrobrás para o Brasil; política de preços e conteúdo local e transição energética;

GT 4 – Saúde, Meio Ambiente e Segurança; Anistia; Efetivo e Relações sindicais

GT 5 – Setor Privado e Terceirizados

19h – Jantar Cultural

06/08 – Domingo

08h às 09h – Café da Manhã

09h às 11h30 – Plenária de Encerramento

11h30 às 13h – Almoço

Posts relacionados

Artigo: Petrobrás sequestrada pelo mercado

Maguila Espinosa

Petroleiros debatem conservadorismo e pauta de costumes na tarde deste sábado

Maguila Espinosa

“O bolsonarismo disputa consciência o tempo todo”, afirma vereadora de São Paulo

Guilherme Weimann