Ato na porta da Recap inicia campanha da Manserv

Na manhã da sexta-feira, 12, a direção do Unificado promoveu um ato com empregados das empresas prestadoras de serviços na refinaria para debater sobre o atual momento político do país, as investidas do governo contra a Petrobrás e os ataques à classe trabalhadora. O ato marcou o início da campanha salarial dos trabalhadores da Manserv.

O coordenador da Regional Mauá, Auzélio Alves falou sobre o risco que as organizações de trabalhadores estão correndo com o atual governo e fez duras críticas a Bolsonaro. Segundo Auzélio, o governo recuou no aumento do preço do diesel por medo da pressão de nova paralisação dos caminhoneiros. “O setor estratégico do país tem que ter política de governo”, afirmou o dirigente.

A direção do Sindicato passou um abaixo-assinado contra a proposta da reforma da Previdência, que teve adesão em massa dos trabalhadores.

Posts relacionados

Sindipetro-SP cobra medidas de prevenção à covid-19 na Recap

Guilherme Weimann

Recap: Petrobrás acata pedido do Sindipetro-SP e reduz ocupação nos transportes

Guilherme Weimann

Assembleias discutem luta contra privatização da Petrobrás e contribuição assistencial

Guilherme Weimann