REPLAN – Vem aí o Congresso do Sindipetro Unificado de São Paulo

Companheiras e companheiros

O ano de 2022 já iniciou com muita intensidade. Apesar das incertezas sobre sua continuidade, a pandemia do coronavírus ainda causa efeitos na saúde das pessoas, na economia e na política. No velho continente, a disputa geopolítica entre as potências torna-se uma guerra conflagrada, acompanhada do fantasma do conflito atômico.
Para o Brasil e seu povo, essa cadeia de eventos vem na esteira da destruição dos direitos sociais, trabalhistas e previdenciários, com a precarização dos serviços públicos essenciais e a privatização das empresas estratégicas para o desenvolvimento nacional. Os preços proibitivos da comida, da luz, do gás e dos combustíveis devolveram o país ao Mapa da Fome, arrebentando com quem vive de salário.

A situação para a categoria petroleira não é diferente. Apesar de toda a luta e resistência, trabalhadores próprios e terceirizados da Petrobrás e das empresas privadas de petróleo tiveram perdas salariais e de direitos. O sucateamento e a piora das condições de segurança aumentam o risco de acidentes e podem tirar nossa vida. Enquanto isso, os bilionários brasileiros e estrangeiros abasteceram o bolso com mais de R$100 bilhões em dividendos da Petrobrás só no ano passado. A gestão da estatal, seja sob comando do mercado ou dos militares, continua o grande assédio moral coletivo que é a dilapidação desta empresa.

Por isso, precisamos aumentar nossa organização para: manter e aumentar as conquistas da categoria no Acordo Coletivo de Trabalho; reconstruir a Petrobrás, visando o fortalecimento da soberania brasileira articulada com uma transição justa e popular para a energia; mudar o cenário político nacional, elegendo governos estaduais e federais alinhados com as trabalhadoras e trabalhadores, além de deputados e senadores que defendam nossos direitos.

A direção do sindicato definiu como parte do nosso Congresso a realização de setoriais, com o objetivo de debater e levantar junto à base as principais pautas e bandeiras de luta para a construção de nossas campanhas em 2022.

Contamos com a sua presença e participação nos debates, que vão finalizar com a realização de um encontro presencial na sede do Sindicato, nos dias 09 e 10 de abril.

Petroleiras e Petroleiros, Luta e Resistência!

 

Calendário de setoriais sobre o Congresso do Sindipetro Unificado de São Paulo

Grupo Data Horário
G1 18/03 (sex) 7h
G4 21/03 (seg) 7h
G5 25/03 (sex) 7h
G3 28/03 (seg) 7h
G2 04/04 (seg) 7h
HA pode participar em qualquer dos dias em que o turno parar e também no dia 30/03 (qua) às 18h, na sede do Sindicato

Posts relacionados

Petroleiros se unem em torno da retomada de direitos e do caráter público da Petrobrás

Guilherme Weimann

“Nós precisamos resgatar nossa combatividade militante”, afirma Boulos

Guilherme Weimann

Resgate da soberania e dos direitos pautam Congresso do Sindipetro-SP no fim de semana

Guilherme Weimann