TST apresenta proposta de conciliação para o ACT

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Renato de Lacerda Paiva publicou, na noite da quinta-feira, 19, o parecer sobre o Pedido de Mediação Pré-Processual 1000620-09.2019.5.00.0000 entre a FUP, FNP e a Petrobrás.

Minutos antes, o ministro fez um pronunciamento de cerca de seis minutos pelo Youtube, enaltecendo o trabalho sindical e as tratativas em busca de um consenso para o Acordo Coletivo da Categoria e apelando para que as partes cheguem a um entendimento.

No documento de 14 páginas, o ministro propõe manter o reajuste de apenas 70% do INPC, e manter as cláusulas sociais do atual Acordo, com vigência até 30/08/2020 – conforme proposta já apresentada pela Petrobrás.

A FUP e seus sindicatos irão se reunir na terça-feira, 24, no Conselho Deliberativo, para discutir o conteúdo integral da proposta do TST.

Confira aqui (Documento_9373f35 (1)  a íntegra do documento do TST.

O pronunciamento do vice-presidente do TST pode ser acessado aqui

 

 

Posts relacionados

Petrobrás divulga fake news sobre tabelas de turno para seus trabalhadores

Guilherme Weimann

Para pesquisadora, terceirização reduz direitos e fragiliza ação sindical

Andreza de Oliveira

Petrobrás descontará horas da greve mesmo com jornada reduzida no teletrabalho

Guilherme Weimann